Reportagens

JORNAL GAZETA DO TRIANGULO 2015

http://gazetadotriangulo.com.br/tmp/noticias/artista-plastica-araguarina-recebe-o-titulo-de-embaixadora-da-paz-e-delegada-cultural/

10959420_799532026761103_4190158186379093308_n (1)10986894_799532103427762_30936315739773877_n

EXPOSIÇÃO ARTE E ATITUDE 2012

http://www.gazetadigital.com.br/pdf/m05a12/g2401v-e.pdf

GAZETA 2012

 

http://gazetadotriangulo.com.br/tmp/noticias/casa-da-cultura-recebe-exposicao-expressoes-da-natureza/

http://www.gazetadigital.com.br/conteudo/show/secao/62/materia/327238

Jornal Gazeta do Triângulo 2008

Fátima Corrêa

Fátima Côrrea já vendeu telas para artistas consagrados como Elba Ramalho

Nesta semana, a reportagem entrevistou Fátima Corrêa, artista plástica de renome nacional e internacional que, atualmente, reside em Araguari e está ministrando curso de óleo sobre tela.

A artista começou a desenhar quando ainda era criança, esboçando suas criações em tecidos e, depois, em tela. Segundo ela, tanto seu aprendizado quanto seu posterior aperfeiçoamento profissional aconteceram durante as aulas de pintura que ministrava em sua residência.

Fátima Corrêa é natural de São Paulo, mas passou sua infância e adolescência em Araguari, onde adquiriu um amplo conhecimento em artesanato. Em 1991, mudou-se para Cuiabá e, a partir de então, dedicou-se às artes plásticas. Ainda na capital de Mato Grosso, a artista plástica vendeu, em outubro de 2004, quatro telas para a cantora Elba Ramalho. “O lugar em que eu morava era visitado por inúmeros turistas, por isso, eu gostava de pintar paisagens relativas ao Pantanal, porque é uma representação artística muito apreciada pelos visitantes de outras regiões”, contou Fátima.

Ela considera sua habilidade como um dom, ou seja, uma característica genética apresentada desde o nascimento, porque aprendera a desenhar e, conseqüentemente a pintar por si, ou seja, sem o auxílio de professores. Então, dotada de um poder de criação incrível, fez exposições individuais, coletivas, participou de concursos nacionais e internacionais e administrou aulas ao vivo na TV Gazeta, atual Record, no Programa Revista da Manhã, intitulado “Aprendendo Arte com Fátima Corrêa”.

Natureza morta, frutas, paisagens e fotografias são fontes de inspiração para a artista plástica, que ainda foi convidada para registrar seu talento em vários hotéis e restaurantes famosos, e também em clínicas, hospitais e residências. “Meu equilíbrio e trabalho dependem de eu estar em paz com Deus. Eu não consigo copiar. Para eu criar uma tela, preciso estar muito bem. Quando estou triste eu procuro não pintar”, esclareceu.

O incentivo dado à Cultura em Cuiabá impulsionou o trabalho da artista que, depois de ter ornamentado e enriquecido artisticamente o espaço dedicado à Secretaria de Turismo, foi escolhida para representar o estado do Mato Grosso em uma Feira de Arte, na Bélgica, em 2005. Naquela cidade, Fátima Corrêa também foi a designer do troféu Gazeta de Comunicação e participou da Exposição Pintores da Virada do Século. A artista também expôs seu trabalho no Local Canning House Galery (embaixada brasileira em Londres), no Palais de Glace em Buenos Aires, entre outros lugares.__logo_secomArtistas representam  Mato Grosso em Bruxelas (Bélgica)

Mato Grosso abre calendário internacional de divulgação

Cerca de 80 operadores, imprensa especializada, instituições, ong´s e profissionais de turismo de Bruxelas (Bélgica), assistiram no dia 24 de janeiro, ao Workshop Mato Grosso é Turismo, promovido pelo Governo de Mato Grosso, via Secretaria de Desenvolvimento do Turismo, na Bélgica.Entre os convidados, estiveram presentes representantes da Design Tours, Next Travel, Globetrottir Voyages e Travel Arts, operadores de viagens que dominam o mercado emissivo de turistas belgas. “Com apoio da Embratur, criamos nova folheteria em inglês e espanhol, e estamos colocando o turismo de Mato Grosso nas maiores vitrines nacionais e internacionais de ecoturismo. Os contatos e cadastros feitos nessas ocasiões vão trazer retorno a curto, médio e longo prazos para nosso Estado”, afirmou a Secretária Yêda Assis.

A delegação mato-grossense foi recepcionada pelo Embaixador brasileiro José Jerônimo Moscardo de Souza e o Ministro Reinaldo Storani, que fizeram a mobilização dos convidados para o evento realizado na sede da Embaixada, também denominada “Casa do Brasil”.

Representando o Estado, participaram do evento empresários do Cristalino Jungle Lodge (Amazônia), Natureco e Araras Lodge (Pantanal), assessores e a Secretária de Turismo de Mato Grosso, Yêda Assis. A programação incluiu apresentação de palestras, mostra de artesanato com peças doadas pelo Sebrae-MT, da recente Coleção Vazante, e exposição de artes plásticas com telas dos artistas Deusenid Félix, Victor Hugo e Fátima Correa.

Lançada em 2005, com workshops realizados em Londres (Inglaterra), Bruxelas (Bélgica), Lisboa (Portugal) e Washington (Estados Unidos), a apresentação abriu o calendário internacional 2006, de divulgação dos roteiros turísticos do Estado no exterior. No final de janeiro, o Estado esteve representado também, na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), e Feira Internacional de Turismo (FITUR), de Madrid.

Além de promover ações exclusivas, com workshops realizados em parceria com operadores do turismo receptivo mato-grossense, a meta do Governo do Estado é acompanhar a agenda do Governo Federal e participar dos principais eventos internacionais de turismo em 2006, entre eles, ITB (Alemanha), BIT (Itália), Salão Mundial de Turismo (França), JATA (Japão), FIT (Argentina) e Expocruz (Bolívia).

Diário de Cuiabá 2004

Fátima Corrêa expõe na Sesc Arsenal

Mostra traz tendências como a assemblage, e experimentos com CDs, palitos, cordão, papel reciclado e telas

MÍRIAM BOTELHO
Da Reportagem

A exposição “Composições II”, de Fátima Corrêa, coloca em cena várias tendências como a assemblage, além de experimentos com CDs, palitos, cordão, papel reciclado ou telas em cujo alvo é a natureza, a criança, ou os ícones da cultura local: viola de cocho, araras, cajus. A mostra permanece em cartaz em horário comercial até 29 de fevereiro, na Galeria Sesc Arsenal.

Há um bom tempo sem expor, Fátima Corrêa apresenta, nesta exposição individual um acervo inédito, sustentado nas experimentações plásticas e nas pesquisas de novos materiais coletados em diversos ambientes, somando-se desenho, pintura, colagem e ousadia, produzindo uma obra que dialoga e se insere no ambiente vegetal, urbano e cotidiano.

No total são 25 telas formando um conjunto harmonioso. Dona de um talento natural, Fátima transforma lixo em luxo. Detalhe para uma flor esculpida em madeira. Ou as mandalas com papel reciclado.

Fátima é autodidata, nasceu em São Paulo e desde criança já apresentava sinais da vocação pelas tintas. Em suas andanças por diversos lugares, foi aprimorando a técnica.

Tudo começou com a pintura em tecido, depois o óleo sobre tela. Em outro período trocou os pincéis, e passou a utilizar as mãos. Com o reconhecimento do público o leque começou a ampliar.

Além da telas, o trabalho como designer de ambientes tem conquistado o mercado. Todas as telas e arranjos do Restaurante Serra, e hotel Amazon foram desenvolvidas pela artista.

São trabalhos tanto na área do artesanato quanto na área do ensino. O atelier no CPA II (Rua Itaúba Quadra 65, casa 17) é bastante conhecido. Inovação e trabalhos com materiais reciclados acabaram por atrair uma excelente clientela. Aliás, a artista está com inscrições abertas. Para participar do curso é só entrar em contato pelo telefone (641-3398).

Além de pintora e professora, Fátima Corrêa têm um grande conhecimento na área de artesanato e desenho, participando de várias exposições coletivas, individuais e também em concursos nacionais e internacionais.

Destacando e representando a produção do Estado de Mato Grosso, teve classificanda  a obra “Os Cajus” para concorrer ao  1º Prêmio Maimeri Latino Americano,  dentre mais de 4.500 artistas do Brasil e Argentina.

Em 2001, participou da Exposição Coletiva no Memorial da América Latina, em São Paulo, realizou a individual “Diversidade” no espaço cultural do Goiabeiras Shopping Center, e foi catalogada no Anuário Artes e Artistas pela Casa do Restaurador em São Paulo.

No currículo, participação na exposição coletiva “Canning Hause Galery” da Embaixada Brasileira em Londres –Inglaterra e a menção honrosa na Sociedade Brasileira de Belas Artes no Rio de Janeiro.

Mais informações através dos telefones 616-6920 e 623-0000.

SERVIÇO

O QUE: Exposição Composições II

ONDE: Galeria Sesc Arsenal

QUANDO: Até 29 de fevereiro

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: